Documento sem título
 
 
          www.marcosfalcao.com Londres;
Documento sem título
Documento sem título
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   
  Atualizado em: 30-Jan-2006  
     
 

Links - Arquivos

 
  English News  
     
 

Polícia FALSIFICOU boletim de Jean Charles.
Infelizmente aconteceu o que muitos temiam: a polícia de Londres executou Jean Charles de Menezes.
E o pior, depois de se dar conta do erro que cometeu, a polícia londrina FALSIFICOU o boletim da ocorrência para se dirimir da culpa.

Blair.
O comissário da polícia, Ian Blair, que tem o mesmo sobrenome do também mentiroso - Tony Blair – jogou todo a culpa do ocorrido sobre o inocente brasileiro.
Pinóquio Blair disse que Jean fugiu da polícia, pulou as catracas do metrô, estava usando uma pesada blusa preta, etc ...

Mentira.
Tudo o que o comissário pinóquio disse, posteriormente veio á tona como sendo mentira e cortina de fumaça para tirar o dele da reta.

Assassinos.
A polícia londrina, que deliberadamente, encobriu os seus erros para jogar toda a culpa sobre Jean, agora pode ser condenada por homicídio.
Incrivelmente, somente após 14 horas em que o boletim foi adulterado é que o defunto comissário Blair foi informado que seus oficiais assassinaram o homem errado.

Cadeia.
Eu somente espero que os culpados, comissário pinóquio Blair inclusive, sejam condenados á uma longa estadia na prisão.

 

Vítima: Jean Charles.
Victim: Jean Charles de Menezes.

Jean Charles (com uma blusa jeans) assassinado no metrô de Londres.
De Menezes (wearing denim) gunned down at the London Underground.

Police 'faked Tube death log'.
Special Branch officers deliberately falsified vital evidence to hide mistakes which led to the killing of Jean Charles de Menezes at a south London Underground station.
Police altered the contents of a logbook, which detailed the Brazilian electrician's final movements, in a bid to cover up their blunders.

Murder.
Their deliberate cover-up meant the blame for de Meneze’s death would be pinned on Yard bosses and on the armed cops who actually fired the bullets—leaving them open to murder charges.
Amazingly it was not until 14 hours after the log was altered later after the debriefing that under-fire Scotland Yard commissioner Sir Ian Blair was finally informed his officers had killed the wrong man.

Nail them.
I only hope that the culprits, Blair included, face justice in spend a length time in jail.


 
     
 


 
     
Destaques
 
Vídeo - Ataque ao Pentágono               Pentagon Strike
 
 
Vídeo - Greg Palast
 
Caso não tenha o Windows Media Player, clique aqui para baixar
 
Enquete
O Brasil pode sofrer um ataque terrorístico ?
Sim
Não

 
Documento sem título
© Copyright 2005, MARCOS FALCÃO - London/UK